Trombose: um estímulo de autofavorecimento

Para a Leitura Corporal, a trombose está relacionada ao abandono de algum projeto muito importante para si. Em geral, os indivíduos que fazem trombose decidiram, para facilitar ou resolver questões externas, não realizar um movimento para o qual se estava dedicando há um bom tempo, com muita vontade e desejo de concretizar. A trombose tem […]

Leia mais…

Piolhos: desenvolver o sentido da abundância

Para a Leitura Corporal, cada forma de vida tem a sua vibração, os seus propósitos de existência e as suas funções na estruturação dos ecossistemas e na funcionalidade do planeta. Sendo a origem da vida uma só, todos os seres participam dos processos de maturação de todos os outros, cada qual fazendo o seu pedaço […]

Leia mais…

Desejos: é da Pessoa ou da Personalidade?

Para ordenar o pensamento e criar maiores possibilidades de compreensão, a Leitura Corporal organiza o psiquismo humano (e sua representação no corpo físico) em diferentes campos, cada qual com sua atividade predominante. Uma das divisões básicas é entre a Pessoa – que guarda as características naturais do indivíduo – e a Personalidade – a parte […]

Leia mais…

Pertencimento: estar a partir de si e do próprio querer

Para nós, humanos, o senso de pertencimento é de importância vital. Somos uma espécie de indivíduos absolutamente singulares cuja natureza é social. Assim, para que possamos usufruir da condição gregária que nos caracteriza, é necessário desenvolver as habilidades da adaptação e da adequação – capacidades que a Leitura Corporal associa às funções do 1º Centro […]

Leia mais…

Coceira: antídoto para a falsidade

Aos olhos da Leitura Corporal, a pele se dedica à organização e ao desenvolvimento das habilidades da adaptação e do convívio. Esses conteúdos, respectivamente associados às vibrações do 1º e do 4º Centro de Força, estão intimamente relacionados, pois a saúde da convivência depende da experiência de se sentir integrado, pertencente, aceito nas próprias peculiaridades […]

Leia mais…

Tendão de Aquiles: mediar sem impedir

A mediação é um recurso para a conquista da compatibilidade, da proximidade e da afinização. É uma vibração de calma, de acolhimento e condescendência, que estimula o agir ordenado, sem pressa, para que se encontre a melhor forma de unir e somar. Trata-se de uma função apaziguadora que, ao buscar o caminho do meio, permite […]

Leia mais…

Cóccix: satisfação das vontades

Aos olhos da Leitura Corporal, a vontade é uma potência da alma. As vontades, que são muitas a cada dia, são recursos do espírito para nos manter em movimento e interessados pela vida. E tanto faz se é vontade de amar ou vontade de beber água – todas elas são forças anímicas, com propósitos que […]

Leia mais…

Depressão: soltar as cinturas e libertar a fala

Em todos os processos de depressão (saiba mais), a Leitura Corporal considera essencial a reativação do fluxo da energia pelas cinturas pélvica e escapular e pela articulação temporomadibular (ATM).  Enquanto campos formadores da atitude, a soltura dessas áreas facilita a ordenação da ação e da manifestação, impulsionando assim o caminhar em direção à autorrealização. A […]

Leia mais…

Transtorno bipolar: dimensionar o próprio poder

Aos olhos da Leitura Corporal, são muitas as formas do chamado transtorno bipolar. Pode-se dizer que cada indivíduo que o manifesta configura um quadro específico e que, em verdade, a oscilação do humor que caracteriza essa patologia é uma experiência inerente à humanidade – o que varia de indivíduo para indivíduo é o grau de […]

Leia mais…

Querer: ajustamento tem limite!

As vontades são pulsões da ordem do inegociável. Aos olhos da Leitura Corporal, vontade é aquilo que, indiscutivelmente, traz para cada um de nós a força do ânimo e da persistência. Os desejos, representantes da vontade, movimentam-se mais, variando suas formas, intensidades e durações. Já os quereres, derivados do reconhecimento dos desejos, atuam mais na […]

Leia mais…