Conjuntivite: um estímulo para ver de verdade

Na visão da Leitura Corporal, a conjuntiva, como toda mucosa, é coordenada pelo 2º Centro de Força e está relacionada aos processos de experimentação do prazer. Enquanto estrutura de revestimento do globo ocular, tem como função facilitar e tornar desejável e prazeroso o exercício de “ver”, tanto no plano biológico quanto no plano sutil. É […]

Leia mais…

Espirro: abertura para o envolvimento

Para a Leitura Corporal, o espirro é um mecanismo que desperta, reativa, ajusta ou fortalece a disposição para o contato, o envolvimento e a troca, seja consigo, com o outro, com o meio externo ou com as situações vividas. É uma manifestação que tem o propósito de tornar consciente e fazer expresso o desejo de […]

Leia mais…

Tornozelo: Centro do Equilíbrio

Para a Leitura Corporal, o tornozelo é o “Centro do Equilíbrio“. É a articulação que ordena os processos de conquista e de manutenção do equilíbrio físico, emocional e comportamental, visando a continuidade do movimento em quaisquer que sejam as circunstâncias. Ele trabalha para libertar o indivíduo de suas “pseudo-estabilidades”, onde predominam os movimento repetidos, lineares […]

Leia mais…

Hérnias: os freios do auto-atropelo

Para Leitura Corporal, as hérnias são manifestações que têm o objetivo de frear a prática continuada, habitual e, às vezes, até desapercebida do autoatropelo. Elas se apresentam nos segmentos cujas funções se relacionam aos temas, contextos e circunstâncias nos quais o indivíduo está se atropelando, obrigando-se a cumprir, custe o que custar, aquilo que assumiu […]

Leia mais…

Fígado: assertividade e objetividade para os propósitos do SER

Para a Leitura Corporal, o fígado é a “Morada da Alma”, pois nele estão inscritos todos os movimentos previstos e programados pelo SER na escolha do seu processo encarnatório. O fígado traduz as vibrações sutis da alma para a condição humana, bombeando os impulsos de objetividade (a clareza em relação ao que é sentido) e […]

Leia mais…

Intestinos: posse e poder, apego e desapego

Para a Leitura Corporal, os intestinos são as estruturas que trabalham com os processos de conquista, de assimilação e incorporação daquilo que é conquistado, e também de liberação, quando for o momento, do que foi obtido e usufruído. Os intestinos mobilizam o direito à abundância. Trabalham com os impulsos de posse e poder, apego e […]

Leia mais…

Os lados direito e esquerdo do corpo

Na visão da Leitura Corporal, os impulsos emanados do SER seguem uma tendência específica de distribuição no Corpo Físico, permitindo o estabelecimento de referências básicas na interpretação dos sintomas. A divisão direito-esquerda é um dos parâmetros que orienta esse pensamento. O lado direito do corpo, diretamente relacionado ao hemisfério cerebral esquerdo, constitui o campo de […]

Leia mais…

Sangue: Fluência da Vida

Para a Leitura Corporal, o sangue é gerenciado pelo 2º Centro de Força, cujas emanações vibram a continuidade da vida. Sua principal função é organizar os impulsos e os movimentos que permitem, a cada indivíduo, entender e vivenciar os significados da própria fluência. Fluir é experimentar, sem preocupar-se com o acerto ou o erro, para […]

Leia mais…

Câimbra: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa

Para a Leitura Corporal, a câimbra é uma manifestação que sinaliza que se está “dando o nome errado aos bois”. Seu objetivo é que o indivíduo observe que a significação dada a uma experiência não condiz com a verdade do seu sentir. Em outras palavras, a câimbra nos convida a identificar e nomear nossos movimentos […]

Leia mais…

Lombar e a flexibilidade comportamental

A coluna vertebral, o eixo do corpo, constitui para a Leitura Corporal o “Pilar de Afirmação da Identidade”. Ela sustenta e dá origem às formas de manifestação da estrutura psíquica, emocional, comportamental e física do indivíduo e atua na definição dos jeitos de representar-se. Coluna Lombar A coluna lombar, localizada entre o sacro e o […]

Leia mais…