Afta: um incômodo para estimular o prazer

Na visão da Leitura Corporal, a mucosa é uma estrutura gerenciada pelo 2º Centro de Força, também chamado de “Centro de Organização das Relações Interpessoais Primárias e de Estimulação da Sexualidade”. Quando se fala em mucosas, está-se falando de prazeres relacionados às mais verdadeiras e profundas querências do indivíduo. Elas trabalham para que ele saiba […]

Leia mais…

Articulações: as organizadoras do movimento

As articulações são as estruturas que filtram e canalizam os impulsos em trânsito, equilibrando o exercício da ponderação e da impulsividade no processo de expressão de uma pulsão. Para a Leitura Corporal, ponderar é sinônimo de organizar as ideias e os propósitos, adequando o movimento de experimentação daquilo que se quer à disposição, às habilidades […]

Leia mais…

Oráculo da urina: como está o seu xixi hoje?

Para a Leitura Corporal, a urina, produto da filtragem realizada pelos rins, é composta por potencialidades não utilizadas pelo indivíduo. Sua coloração é um ótimo indicador da maneira como se está aproveitando as próprias habilidades no “aqui e agora”, e sinaliza como se deve continuar com as propostas e os propósitos pessoais. A Leitura Corporal […]

Leia mais…

Cálculo renal: sinal de que é hora de limites!

Os rins são as estruturas que trabalham, entre outras atribuições, para manter o equilíbrio entre as potencialidades do indivíduo e o desenvolvimento e aplicação das mesmas. Considerados como os “Centros Geradores do Estado de Segurança e de Distribuição da Energia de Essência”, os rins cuidam para que não permaneçam em circulação aqueles estímulos que o […]

Leia mais…

Hemácias: as fontes infinitas de disposição

hemácias

Para a Leitura Corporal, a disposição é um estado gerenciado e nutrido pelas hemácias. Participantes do elemento sangue, que trabalha para que o indivíduo se mantenha em constante fluência, as hemácias acionam a disponibilidade para a experimentação, incentivando o ato de ir atrás daquilo que o mobiliza, bem como o desencorajando a prosseguir com o […]

Leia mais…

Fraturas ósseas: um impulso para a quebra de padrões comportamentais

fraturas-ósseas-leitura-corporal

Para a Leitura Corporal, a estruturação dos comportamentos é uma atividade desempenhada pelos ossos. São as células ósseas que organizam as formas de manifestação do SER, materializando, através das condutas, a essência de cada indivíduo. Os ossos são flexíveis e mutantes. Estimulam sempre a reciclagem e a renovação, trabalhando para que a expressão do psiquismo […]

Leia mais…

Sabe o que é bom para sinusite? Rebolar!

seis-paranasais

Os seios paranasais são estruturas que trabalham pela intensificação e pelo aprofundamento das relações de convívio. Eles potencializam a disponibilidade e a entrega para a troca verdadeira e estimulam a participação por inteiro nos relacionamentos. A sinusite, patologia caracterizada pela inflamação dos seios paranasais, acontece quando o indivíduo escolhe mostra-se distante ou indiferente quando o […]

Leia mais…

Inveja: um estímulo para que o indivíduo se veja

A Leitura Corporal acredita que todo e qualquer desejo só se faz desperto no indivíduo quando aquilo que é desejado já lhe pertence de alguma forma. Assim como o corpo adoece nos momentos em que se está apto para processar e transformar as questões que os sintomas representam, as vontades genuínas brotam somente quando a […]

Leia mais…

Ligamentos: os fiscais dos nossos intentos

Os ligamentos, os feixes de fibras colágenas que limitam e direcionam os movimentos articulares, são para a Leitura Corporal as estruturas corporais que trabalham para que o intento gerador de uma ação se preserve no decurso de sua realização. Eles atuam como fiscais do impulso da energia, cuidando para que as intenções e propostas iniciais […]

Leia mais…

Dor de cabeça: um sinal para sair do controle

A Leitura Corporal entende a dor de cabeça como a manifestação que, de forma mais efetiva, marca a conduta de manter sob controle o desejo de experimentar uma situação de uma maneira inteiramente nova. Ela acontece com o intuito de evitar os movimentos preestabelecidos e condicionados, estimulando no indivíduo a liberdade para agir e reagir […]

Leia mais…