Onde está a saúde?

No pensamento da Leitura Corporal, a saúde é um estado que adquire seu pleno significado somente na experiência de cada indivíduo. Sem desconsiderar os parâmetros objetivos que orientam a atividade normal e as variações da fisiologia, para a Leitura Corporal a compreensão do que é saudável abarca conteúdos sensíveis, comportamentais e contextuais, configurando-se como uma […]

Leia mais…

Fisiologia e comportamentos: a unidade psicofísica

Uma das premissas mais fundamentais que alicerça o pensamento da Leitura Corporal é a compreensão do mundo orgânico (as células, os órgãos, os sistemas, as funcionalidades e as patologias) em sua íntima relação com os conteúdos emocionais e psíquicos que habitam a dimensão sensível do Ser Humano – dimensão essa tão viva e perceptível, por […]

Leia mais…

Colesterol alto: posicionar-se para a conquista da satisfação

O colesterol, naturalmente produzido pelo organismo, é um elemento essencial ao corpo em diversas funções. Para a Leitura Corporal, ele é um componente básico na estruturação de ações que visam o autoatendimento e a autossatisfação. O colesterol nutre a liberdade para atender-se e o poder de conquista daquilo que para si tem valor e significado. […]

Leia mais…

Coluna vertebral: eixo do jeito próprio

A coluna vertebral, o Pilar de Afirmação da Identidade, é composta pelo conjunto de estruturas que transformam as pulsões pessoais – como as ideias, as emoções, as sensações e os intentos – em atitudes, posicionamentos e ações. Organizando-se em cinco regiões distintas (coccígea, sacral, lombar, torácica e cervical), as 33 vértebras que formam a coluna […]

Leia mais…

Artrite e artrose: o querer é de cada um

Aos olhos da Leitura Corporal, o querer é uma pulsão estimulada pelo 2º Centro de Força – o vórtice de energia que organiza os movimentos ligados à fluência de vida e ao experimento do prazer. No corpo físico, a habilidade de querer é desenvolvida pelas articulações, em especial pela cartilagem articular. A saúde dessa estrutura […]

Leia mais…

Adaptação: uma função do 1º Centro de Força

Para a Leitura Corporal, os fenômenos vitais que conhecemos e que acessamos no cotidiano – como o corpo físico, as emoções, os sentires e os pensamentos – são substanciados por forças imateriais múltiplas e diversas. Através de uma complexa estrutura sutil, essas diferentes qualidades vibracionais se organizam e se distribuem pelo organismo e pelo psiquismo […]

Leia mais…

Gengivas: termômetro da vitalidade

O amadurecimento é um processo contínuo e particular. Organizado pelo pâncreas, os estímulos de desenvolvimento acontecem em cada indivíduo segundo sua capacidade de suporte e processamento. O pâncreas fica atento à velocidade e intensidade das mudanças, sinalizando sempre que o indivíduo se coloca aquém ou além do seu próprio tempo de evolução. Na superfície corporal, […]

Leia mais…

Rins: competências andam junto com medos

Cada indivíduo carrega em seus rins todas as possibilidades do humano. Aos olhos da Leitura Corporal, os rins são como um grande armazém de virtudes e capacidades. Neles estão as matrizes de todas as competências que os seres humanos já desenvolveram, estão desenvolvendo e podem desenvolver. Mas disso não decorre a exigência de que todas […]

Leia mais…

Saúde vesicular é saúde mental

O ser humano possui várias qualidades de inteligência. As emoções, as percepções sensoriais, o instinto e a razão atuam em conjunto na organização do pensamento, tendo a vesícula um papel fundamental nesse processo. Considerada pela Leitura Corporal como o Portal do Conhecimento, a vesícula trabalha para equilibrar a atividade das inteligências humanas, cuidando para que […]

Leia mais…

Amadurecimento é apropriar-se de si mesmo

Aos olhos da Leitura Corporal, todas as estruturas gerenciadas pelo 3º Centro de Força – o Centro da Identidade e da Individualidade – estão primariamente ocupadas com a tarefa de gerenciar o nosso amadurecimento. Os órgãos abdominais (pâncreas, fígado, baço e vesícula) e segmentos como o joelho, o queixo, o umbigo e a mama trabalham […]

Leia mais…

Desvio de septo: equilibrar as considerações

O nariz, enquanto Centro de Estimulação e Desenvolvimento das Ações de Envolvimento, trabalha para que o indivíduo dê movimento à sua vontade de se envolver e de estar junto, colocando-se como o construtor dos laços que deseja ter. Nessa tarefa de desenvolver o envolvimento, a função específica do septo nasal é promover o equilíbrio da […]

Leia mais…

Urticária: dar-se a devida atenção

A pele é uma estrutura ligada à habilidade da convivência. Seu trabalho está relacionado ao desenvolvimento dos processos de parcerias, de trocas e de somas. A pele se delicia com o contato e incentiva amplamente a busca por afins. Ao mesmo tempo, ensina que a conquista da alegria e do autovalor independem da presença do […]

Leia mais…

Inapetência e compulsão: assenhorar-se dos próprios movimentos

Para a Leitura Corporal, a inapetência e a compulsão, que a princípio parecem manifestações opostas, estão em sua origem ligadas a uma experiência comum: o entendimento de que existem, no outro ou no externo, impedimentos para a condução do próprio movimento de vida. Na vivência da inapetência, o indivíduo encontra-se saturado de ordens para cumprir […]

Leia mais…

Endometriose: nutrir o próprio feminino

O yin e o yang são princípios do psiquismo que dão base e sustentação aos fenômenos físicos. O yang – a força produtiva, que projeta o indivíduo para a vida social – encontra seu complemento na energia yin – a força receptiva, que estimula em cada um a aproximação de si e a intimidade consigo. […]

Leia mais…

Nádegas: recomposição de posturas

A Leitura Corporal entende o sistema imunológico como o conjunto de estruturas que trabalha para desenvolver a habilidade da convivência. Dele participam o timo, o baço, o sistema linfático, os leucócitos e nádegas. Todos esses segmentos estimulam e favorecem a interação do indivíduo com as diversas formas de vida que o preenchem e o cercam. […]

Leia mais…

Panturrilhas: sentido de apropriação

O corpo é emoção inscrita na matéria. Através dos segmentos físicos, circulam qualidades diversas de energia, cada qual com sua especificidade e sua função na evolução do psiquismo humano. As panturrilhas são campos para o desenvolvimento do sentido de apropriação – uma competência que cria as bases para o desenvolvimento de relacionamentos saudáveis. A apropriação […]

Leia mais…

Mamas: Centros de Estimulação e de Organização da Objetividade

Cada ser humano nasce com algo que é absolutamente único. Um algo que pode ser difícil de explicar, mas que é fácil de ver na especificidade dos anseios e dos propósitos que direcionam (ou que pelo menos deveriam direcionar) o caminhar de cada indivíduo por sua própria vida. Um algo que, aos olhos da Leitura […]

Leia mais…

Câncer: apropriação do que é próprio

Muitas vezes à revelia daquilo que aceitamos, em cada um de nós habitam desejos e sentires que simplesmente são ou ali estão. Somos constituídos por características e movidos por uma força que nos impulsiona para certas direções, que acolhe e que repele possibilidades e que nos fazer querer manifestar e desenvolver um movimento próprio. Essa […]

Leia mais…

Pedras na vesícula: reequilibrar o uso das inteligências

O Corpo Físico é uma estrutura pensante. Aos olhos da Leitura Corporal, aquilo que é processado pelo cérebro surge da atividade de todos os órgãos e segmentos corporais, funcionando como um “painel de controle” que organiza, traduz e direciona informações de diferentes ordens e provindas de diversas qualidades de inteligência (lógica, sensorial, emocional, orgânica, espiritual, […]

Leia mais…

Humildade: consciência do próprio valor

A humildade é uma característica que se desenvolve junto com a consciência de valor. Aos olhos da Leitura Corporal, para que seja possível alcançar o estado de humilde na composição da conduta, é antes necessário experimentar os próprios valores com valor.  É preciso que sejamos basicamente os mais entusiasmados tietes das nossas próprias qualidades. Mas […]

Leia mais…

Verrugas: maleabilidade dos sentires

No nosso cotidiano, é habitual criarmos performances para estar de acordo com aquilo que se acredita ser a expectativa do externo ou a exigência da situação. Podemos “atuar” uma infinidade de vezes ao longo do dia sem que isso signifique alguma perda para o nosso estado de espírito. Mas, aos olhos da Leitura Corporal, quando […]

Leia mais…

Tireoide: a glândula da saúde

Aos olhos da Leitura Corporal, a glândula tireoide é a estrutura do corpo mais diretamente relacionada ao movimento da saúde e de sua contínua restauração. Entendendo a doença como um recurso orgânico de evolução do psiquismo – isto é, uma atividade que pretende favorecer a resolução de conflitos e a mudança perceptiva e  comportamental – […]

Leia mais…

Trombose: um estímulo de autofavorecimento

Para a Leitura Corporal, a trombose está relacionada ao abandono de algum projeto muito importante para si. Em geral, os indivíduos que fazem trombose decidiram, para facilitar ou resolver questões externas, não realizar um movimento para o qual se estava dedicando há um bom tempo, com muita vontade e desejo de concretizar. A trombose tem […]

Leia mais…

Piolhos: desenvolver o sentido da abundância

Para a Leitura Corporal, cada forma de vida tem a sua vibração, os seus propósitos de existência e as suas funções na estruturação dos ecossistemas e na funcionalidade do planeta. Sendo a origem da vida uma só, todos os seres participam dos processos de maturação de todos os outros, cada qual fazendo o seu pedaço […]

Leia mais…

Desejos: é da Pessoa ou da Personalidade?

Para ordenar o pensamento e criar maiores possibilidades de compreensão, a Leitura Corporal organiza o psiquismo humano (e sua representação no corpo físico) em diferentes campos, cada qual com sua atividade predominante. Uma das divisões básicas é entre a Pessoa – que guarda as características naturais do indivíduo – e a Personalidade – a parte […]

Leia mais…

Pertencimento: estar a partir de si e do próprio querer

Para nós, humanos, o senso de pertencimento é de importância vital. Somos uma espécie de indivíduos absolutamente singulares cuja natureza é social. Assim, para que possamos usufruir da condição gregária que nos caracteriza, é necessário desenvolver as habilidades da adaptação e da adequação – capacidades que a Leitura Corporal associa às funções do 1º Centro […]

Leia mais…

Coceira: antídoto para a falsidade

Aos olhos da Leitura Corporal, a pele se dedica à organização e ao desenvolvimento das habilidades da adaptação e do convívio. Esses conteúdos, respectivamente associados às vibrações do 1º e do 4º Centro de Força, estão intimamente relacionados, pois a saúde da convivência depende da experiência de se sentir integrado, pertencente, aceito nas próprias peculiaridades […]

Leia mais…

Tendão de Aquiles: mediar sem impedir

A mediação é um recurso para a conquista da compatibilidade, da proximidade e da afinização. É uma vibração de calma, de acolhimento e condescendência, que estimula o agir ordenado, sem pressa, para que se encontre a melhor forma de unir e somar. Trata-se de uma função apaziguadora que, ao buscar o caminho do meio, permite […]

Leia mais…

Cóccix: satisfação das vontades

Aos olhos da Leitura Corporal, a vontade é uma potência da alma. As vontades, que são muitas a cada dia, são recursos do espírito para nos manter em movimento e interessados pela vida. E tanto faz se é vontade de amar ou vontade de beber água – todas elas são forças anímicas, com propósitos que […]

Leia mais…

Depressão: soltar as cinturas e libertar a fala

Em todos os processos de depressão (saiba mais), a Leitura Corporal considera essencial a reativação do fluxo da energia pelas cinturas pélvica e escapular e pela articulação temporomadibular (ATM).  Enquanto campos formadores da atitude, a soltura dessas áreas facilita a ordenação da ação e da manifestação, impulsionando assim o caminhar em direção à autorrealização. A […]

Leia mais…

Transtorno bipolar: dimensionar o próprio poder

Aos olhos da Leitura Corporal, são muitas as formas do chamado transtorno bipolar. Pode-se dizer que cada indivíduo que o manifesta configura um quadro específico e que, em verdade, a oscilação do humor que caracteriza essa patologia é uma experiência inerente à humanidade – o que varia de indivíduo para indivíduo é o grau de […]

Leia mais…

Querer: ajustamento tem limite!

As vontades são pulsões da ordem do inegociável. Aos olhos da Leitura Corporal, vontade é aquilo que, indiscutivelmente, traz para cada um de nós a força do ânimo e da persistência. Os desejos, representantes da vontade, movimentam-se mais, variando suas formas, intensidades e durações. Já os quereres, derivados do reconhecimento dos desejos, atuam mais na […]

Leia mais…

Sistema Digestório: lembrar de não engolir tanto sapo

A vida é um processo de autoformação. Desde o momento em que começamos a nos compor na forma humana, recebemos ofertas de diferentes ordens – orgânicas, psíquicas e comportamentais – que podem ser aproveitadas ou recusadas nessa atividade  criativa de desenvolvimento. A Leitura Corporal entende o sistema digestório como a porção do corpo responsável pela […]

Leia mais…

Arco medial e arco lateral do pé: dependência e autonomia

As relações de dependência são importantes e inerentes à condição humana. De uma forma ou de outra, dependemos sempre de alguém – dos nossos pais e dos nossos filhos, de quem plante o trigo e de quem produza o pão, da boa vontade do chefe, do amparo dos nossos amigos, de quem escreve e de […]

Leia mais…

Hiperglicemia e hipoglicemia: exercício do que a si compete

Para a Leitura Corporal, o tema que ordena os níveis do açúcar circulante no organismo é a ocupação dos próprios lugares. Quando o indivíduo experimenta dificuldades para se apropriar daquelas que são as suas competências e daqueles que são os seus espaços, as alterações glicêmicas podem se fazer presentes, como um recurso do corpo para […]

Leia mais…

Despertar da espiritualidade: uma habilidade terrena

Para a Leitura Corporal, as funções do 7º Centro de Força, o Centro da Espiritualidade, estão diretamente associadas ao desenvolvimento das habilidades gerenciadas pelo 1º Centro de Força – nosso chakra básico, que ordena os movimentos de corporificação, de desenvolvimento da confiança em si e das habilidades da autossustentação, do autoatendimento e da autogerência. Assim, […]

Leia mais…

Menstruação: condução dos próprios movimentos

A menstruação, aos olhos da Leitura Corporal, é uma manifestação que acontece em mulheres e homens. A menstruação masculina produz um líquido branco leitoso e acontece em ciclos médios de 45 a 48 dias. Muitas vezes misturada à urina, essa secreção costuma passar despercebida, embora deixe uma marca oleosa no vaso sanitário que pode ser […]

Leia mais…

Boca: prazer de viver

A Leitura Corporal parte do pensamento básico de que o organismo biológico, o corpo físico, é uma dimensão da existência interligada a vários outros campos vibracionais. Enquanto seres materializados e individuados, participamos de uma realidade que é muito mais abrangente, que é energética, que une tudo a todos, e que está em contínua evolução. A […]

Leia mais…

Inapetência: retomar a gerência de si

Aos olhos da Leitura Corporal, a inapetência é uma reação do corpo ao excesso de direcionamentos externos. Quando a exigência de cumprir ordens e atender a demandas se torna uma condição cotidiana, o indivíduo pode desenvolver um processo de perda de apetite, como uma recusa aos encaminhamentos vindos de fora. Com essa manifestação, está-se buscando […]

Leia mais…

Corpo Físico: um instrumento para ser o que se é

Na visão da Leitura Corporal, o corpo é o veículo de expressão do Ser. Ele vive, registra, reage, reflete e revela os experimentos e os aprendizados da nossa alma, em sua grande viagem pelo mundo físico. Nossa alma é certeira, sabe bem onde quer estar. E o corpo físico, nosso fiel aliado, se manifesta com […]

Leia mais…

Baço: ser íntegro é ser autêntico

Para a Leitura Corporal, o baço é uma estrutura nobre no processo de reconhecimento e construção da identidade. Coordenado pelo 3º Centro de Força, o Centro da Identidade e da Individualidade, a palavra de ordem do baço é a integridade. Mais que isso, o baço é considerado o próprio Centro de Estimulação e Manutenção da […]

Leia mais…

Distribuir: um ato de gratidão pela saciedade

A vontade de ofertar é uma virtude humana desenvolvida especialmente pela lateral das coxas, que trabalha com a pulsão da partilha, e pela região do osso esterno, responsável pelo desenvolvimento do processo de sociabilização. O exercício sadio dessas funções, aos olhos da Leitura Corporal, depende da qualidade do fluxo da energia que circula pelos intestinos, […]

Leia mais…

Eu pessoal e Eu social: as duas faces complementares

A parte de trás do corpo, incluindo a face plantar do pé, é para a Leitura Corporal o campo de representação do Eu pessoal – a parte mais genuína de cada indivíduo. Os impulsos que circulam pelas estruturas da face posterior do corpo desenvolvem os caracteres naturais da identidade, as particularidades pessoais, a autenticidade e […]

Leia mais…

Joelho: Centro da Valorização Pessoal

Os membros inferiores são formados pelos segmentos que organizam as habilidades da sustentação de si e do caminhar pessoal. A partir dos impulsos mobilizados pelo abdômen, o Centro Gerador das Emoções e Sentimentos, os membros inferiores projetam o quê fazer e como fazer, para que a expressão dos anseios internos se faça de forma clara, […]

Leia mais…

Tendinite: um antídoto para a mecanização

Os tendões são estruturas que trabalham em parceria direta com a glândula tireoide (saiba mais) – representante do 5o Centro de Força (Centro da Expressão Criativa) – e com as articulações coxofemoral (saiba mais) e glenoumeral (saiba mais), ambas gerenciadas pelo 2º Centro de Força. Nutridos pelas vibrações da criatividade e do prazer emanados por […]

Leia mais…

Intuição: uma habilidade inerente a todos

Para a Leitura Corporal, a intuição é a habilidade que permite ver, perceber e discernir de forma clara e imediata, promovendo o conhecimento e a compreensão por caminhos diferentes daqueles utilizados pela razão ou pelo saber analítico. A intuição é uma inteligência ativada pelo 1º Centro de Força, através das funções dos glomérulos (saiba mais), […]

Leia mais…

Sudorese: colocar-se do próprio tamanho

Na visão da Leitura Corporal, a transpiração é uma manifestação que trabalha para os  processos de humanização, isto é, de descoberta e de apropriação das características e dos contornos pessoais. A condição humana é plural, por natureza – há nessa forma de vida espaço para que cada indivíduo seja humano à sua maneira. Humanizar, portanto, […]

Leia mais…

Rinite: pertencer e partilhar

Para a Leitura Corporal, todas as desordens do nariz interno têm como propósito estimular um bom aproveitamento da condição de envolvido. Se a rinite se faz presente, é sinal de que se está muito desejoso de participar de um movimento, de entrar em uma conversa, de ingressar em uma relação, de estar ao lado de. Porém, junto com […]

Leia mais…

Doença sistêmica: despadronizar comportamentos  

A condição inerente e natural ao processo da vida é a mudança. Os corpos físicos e sutis do Ser Humano, em consonância com o universo, se movem continuamente, modificando-se em seus anseios, sentires, pensamentos, assim como em seus órgãos, tecidos e no interior de cada célula. Nesse fluxo ininterrupto de movimento, é papel dos ossos, […]

Leia mais…

Vontade e desejo: forças motrizes da vida

Para a Leitura Corporal, a nuca é o Centro da Vontade e do Desejo. As vértebras C1, C2 e C3 que a compõem têm como função estruturar as formas de expressão e de satisfação dos desejos e necessidades vividas no plano inconsciente ou subconsciente. Processam os anseios mais íntimos ou particulares do indivíduo, mesmo que […]

Leia mais…

Pressão alta: permitir-se a própria poesia

A Leitura Corporal entende o afeto como todo e qualquer sentir do aqui e agora. São afetos as sensações imediatas suscitadas pela maneira como o indivíduo, em um dado momento, significa suas experiências, seus objetos e suas relações. Quando os afetos imediatos duram um pouco mais, fazendo-se transitórios, chamamo-nos de emoções. E as emoções, ao […]

Leia mais…

Iliopsoas: integração de si às próprias possibilidades

O iliopsoas, músculo que une os membros inferiores ao tronco, participa do conjunto das estruturas integrativas do Corpo Físico. Ao unir os membros inferiores (o campo de desenvolvimento da autossustentação) ao tronco (o campo de desenvolvimento da exclusividade), o músculo iliopsoas desenvolve a integração dos próprios desejos, anseios e características às possibilidades pessoais vigentes. Seu […]

Leia mais…

Ânsia: força motivadora da vida

A Leitura Corporal entende a ânsia como uma qualidade psíquica natural, cuja função é essencialmente motivadora. Vive-se a ânsia no desconhecido e no conhecido, nas expectativas e nas frustrações, bem como nas infinitas inquietudes que animam o indivíduo a viver e que alimentam seu desejo de continuar. Vive-se a ânsia também nos medos, nos limites […]

Leia mais…

Gases: livre circulação dos afetos

Muitas das representações afetivas praticadas pela humanidade tomam como referência as formas de expressão socialmente aceitas e aprendidas. É habitual o exercício da censura dos afetos que não cumprem com aquilo que é autorizado pelo externo ou que não condizem com as crenças do indivíduo em relação ao que se pode ou se deve sentir. […]

Leia mais…

Limites: instrumentos para o avanço

Na visão da Leitura Corporal, as estruturas que processam e desenvolvem a noção de limite são os rins, os Centros Geradores do Estado de Segurança e de Distribuição da Energia de Essência. Enquanto orientadores do uso da energia vital, os rins trabalham para que cada indivíduo esteja ciente de seus limites a cada momento de […]

Leia mais…

Merecimento: creditar-se os próprios feitos

Para a Leitura Corporal, o merecimento é uma habilidade que se desenvolve junto com a compreensão de que se é o ponto de origem e de retorno de tudo aquilo que é experienciado. A vida, que promove experimentos atrás de experimentos para que cada indivíduo se perceba, se conheça e evolua, devolve os frutos adequados […]

Leia mais…

Fibromialgia: cumprir por si e para si

Para a Leitura Corporal, cumprir significa sustentar até a autorrealização. Seja uma atividade, uma conversa, uma relação ou uma condição de vida, o psiquismo entende como coisa cumprida tudo aquilo que faz com que o indivíduo se sinta realizado. Assim, pode-se finalizar sem cumprir, e cumprir sem finalizar, pois o termômetro do cumprimento está no […]

Leia mais…

Herpes: ser mais amoroso consigo

O ser humano é a forma de vida que mais congrega potencialidades de diferenciação. Enquanto seres naturalmente sociais, cada indivíduo tem a tarefa e o desafio de descobrir e aproveitar a sua forma de ser único e exclusivo, ao mesmo tempo em que desenvolve e desfruta de sua sociabilidade. A conquista do equilíbrio entre as […]

Leia mais…

Pé plano: desenvolver a habilidade da persistência

O pé, a rigor, apresenta dois arcos plantares: um longitudinal e outro transversal. Quando esses arcos estão ausentes, determina-se a configuração de pé plano, também conhecido como pé chato. Para a Leitura Corporal, os indivíduos cujos pés se formatam de forma plana se inclinam mais para as atividades que libertam para a experimentação, para a […]

Leia mais…

Joelho: Centro do Valor Pessoal

Para a Leitura Corporal, o orgulho é uma função associada ao 3º Centro de Força, o Centro da Identidade e da Individualidade, e sua vibração estimula o desenvolvimento da habilidade de reconhecer, considerar e valorizar todas as características pessoais. Sejam elas classificadas como características de luz, sejam aquelas chamadas de características de sombra, para a […]

Leia mais…

Troca de fluidos e campos energéticos: uma relação de responsabilidade

Na visão da Leitura Corporal, em toda transferência de fluidos e de partes do organismo, está-se transferindo a memória da composição pessoal. Assim, seja através da saliva, do sangue, do sêmen, do leite materno, dos fluidos de um modo geral, e também de órgãos, os indivíduos doam, recebem e trocam referências de identidade, que serão […]

Leia mais…

Obesidade: desenvolver o amor por si

Para a Leitura Corporal, as células gordurosas trabalham, principalmente, com as pulsões emanadas pelo coração e pelo timo, destinadas à prática de amar-se. As células gordurosas estimulam o cuidado consigo, o acolhimento e o respeito por si, incentivando a satisfação de todos os impulsos de autoatendimento. O crescimento da célula gordurosa resulta do armazenamento desses […]

Leia mais…

Infecção e inflamação: limpeza da memória do antigo

Para a Leitura Corporal, todo processo de inflamação e de infecção tem um único objetivo: expurgar do corpo aquilo que dificultam o contato do Indivíduo com o seu genuíno. As formações purulentas limpam o corpo dos registros, das crenças e das programações que distanciam o Indivíduo da sua forma presente de sentir e perceber a […]

Leia mais…

Surdez: um caminho para a expressão

As orelhas, coordenadas pelos 1o e 5o Centros de Força, são órgãos relacionados ao equilíbrio e à audição. Dentre outras funções, as orelhas organizam os processos de captação, tradução e entendimento dos sinais sonoros vindos do interno e do externo. Para a Leitura Corporal, os distúrbios da audição nascem da experiência repetitiva de ouvir e […]

Leia mais…

Menopausa e Andropausa: portais para a juventude

A atividade vital do organismo é marcada por ciclos de desenvolvimento e maturação física, psíquica e comportamental. Na visão da Leitura Corporal, até por volta dos 10 anos de idade, o movimento de vida está predominantemente voltado para a autopriorização, nos processos de descoberta e aproveitamento de si. A puberdade marca o começo de uma […]

Leia mais…

Gagueira: organizar e expressar conteúdos

A gagueira, caracterizada pela presença de desordens na fluência da fala, é entendida pela Leitura Corporal como um instrumento para o sistema de auto-organização do Indivíduo: serve ao ganho de tempo para a seleção e a ordenação do que se quer expressar, bem como para a aquisição de segurança e confiança no ato da expressão. […]

Leia mais…

Tornozelo: Centro do Equilíbrio

Para a Leitura Corporal, o tornozelo sintetiza a proposta de todas as peças ósseas do Corpo Físico: a conquista e a manutenção do estado de equilíbrio.  Considerado o próprio “Centro do Equilíbrio”, o tornozelo é uma estrutura nobre na busca de estabilização e de segurança física, emocional e comportamental. Entendendo a estabilidade como um processo […]

Leia mais…

Escápulas: as asas do Indivíduo

As escápulas, na visão da Leitura Corporal, são consideradas as asas ou o leme do Indivíduo. Seu trabalho é dedicado à criação e recriação de rumos, através da ativação do poder pessoal de concretização e da estimulação de posturas e comportamentos que colocam o Indivíduo como agente da própria história. A região escapular realiza o […]

Leia mais…

Bronquite: ser percebido como se é

Para a Leitura Corporal, o sistema de trocas do Corpo Físico é composto pelo aparelho respiratório, pela pele e pelos intestinos. Todas essas estruturas trabalham juntas na ordenação das relações do Indivíduo consigo, com o outro e com as situações das quais faz parte, estimulando, em todos os níveis, a prática cada vez mais inteira […]

Leia mais…

Glomérulos: repositórios do instinto

Para a Leitura Corporal, os glomérulos, as unidades funcionais dos rins, formam a sede do instinto. É função dos glomérulos armazenar a memória de todas as potencialidades que cabem à humanidade. É deles que vem a informação de tudo o que somos capazes de fazer e de desenvolver, enquanto Indivíduos e enquanto espécie. O instinto […]

Leia mais…

Cóccix: sobreviver vivendo

O cóccix, segmento que termina a coluna na parte inferior, tem para a Leitura Corporal a função de estruturar as formas de satisfação das necessidades básicas de sobrevivência. O cóccix orienta os movimentos de conquista e de apropriação daquilo que, para o Indivíduo, traz estabilidade e segurança. Sua vibração também estimula a autoqualificação e o […]

Leia mais…

Psoríase: marginalização de si

Na visão da Leitura Corporal, a psoríase é uma representação, no Corpo Físico, das desordens de adequação experimentadas pelo Indivíduo. A psoríase indica que, em algum ou mais contextos de sua vida, o Indivíduo se adequa excessivamente para evitar o sentimento de rejeição. Em verdade, ele se sente desintegrado, posto à parte, sem possibilidades de […]

Leia mais…

Articulações do quadril: criação e expressão

Glenoumeral A glenoumeral, articulação do ombro, é para a Leitura Corporal o Centro de Organização da Expressividade. Tem como função transformar os intentos, os objetivos e os impulsos de expressão do Indivíduo em formas concretas de atuação. A glenoumeral dá início ao processo de elaboração da ação, realizado por todo o membro superior. Ela direciona […]

Leia mais…

Costelas: as guardiãs do 3º Centro de Força

Para a Leitura Corporal, a mais importante função das costelas é proteger os movimentos de individualização e de identificação pessoal. Consideradas as guardiãs do 3º Centro de Força, o Centro da Identidade e da Individualidade, as costelas orientam os processos de exposição dos conteúdos internos, definindo o quê, como e em qual intensidade será revelado […]

Leia mais…

Déjà vu: ver o mesmo de outro lugar

Para a Leitura Corporal, o déjà vu – a vivência caracterizada pela impressão de que se está vendo, percebendo ou vivendo aquilo que já foi visto, percebido, presenciado ou vivido em outros tempos – é um fenômeno que facilita o sequenciamento e o entendimento da história pessoal. Acionado pela mácula lútea (o grande arquivo da […]

Leia mais…

Intestinos e coração: usufrutos dos direitos para a expressão dos afetos

Para a Leitura Corporal, coração e intestinos estão intimamente relacionados. O coração, que organiza as maneiras como o Indivíduo lida e expressa seus afetos, estrutura o seu trabalho a partir do desenvolvimento do direito a ter direitos, mobilizado pelos intestinos. A realização desse direito passa, em especial, pela vibração do cólon transverso – a porção […]

Leia mais…

Rinite: ofereça-se

O Ser Humano é naturalmente influenciável e influente. Quando inspira, todo universo o penetra; quando expira, oferece sua presença a tudo e todos que o cercam. A cada respiração, indivíduos e mundos se interpenetram milhares de vezes, criando um circuito ininterrupto de trocas e influências. Para a Leitura Corporal, o nariz é a estrutura que […]

Leia mais…

Articulações: acessórios do Corpo Mental

Para a Leitura Corporal, o Corpo Mental é o plano da consciência onde se organizam as ideias, os pensamentos e as várias inteligências do Indivíduo. É nesse campo vibracional que as pulsões emanadas pelo SER – a instância que origina toda a Vida – são identificadas, nomeadas, entendidas e classificadas, possibilitando a transformação de impulsos […]

Leia mais…

Lições dos intestinos: apegar e cultivar

Para a Leitura Corporal, o apego e o desapego são movimentos igualmente necessários para a saúde dos intestinos. Apegar significa conter para si tudo o que, uma vez conquistado, tem importância e aplicabilidade. Seja um bem material, uma relação, um pensamento ou um sentimento, é direito de todo Indivíduo apegar-se àquilo que verdadeiramente lhe nutre, […]

Leia mais…

Fator RH: Conhecimento e Sabedoria

O mundo, para manter-se em equilíbrio, precisa de um movimento dinâmico entre o conhecimento e a sabedoria. Para conhecer, é necessário explorar, descobrir para que serve, dar nomes e funções. Para desenvolver a sapiência, é preciso debruçar-se sobre os detalhes, ir até o fundo do conhecido e entender as minúcias dos porquês. Na visão da […]

Leia mais…

Sangue Tipo O: Os Eleitos

O sangue tipo O é o sangue dos eleitos. Para a Leitura Corporal, os indivíduos que participam desse grupo sanguíneo são assim chamados por serem os grandes mantenedores de toda e qualquer criação. Os eleitos, em sua essência, estão prontos para entender e se adaptar a toda sorte de fenômenos e experiências.  Mais do que […]

Leia mais…

Sangue tipo AB: Os Singulares

Para a Leitura Corporal, os indivíduos do grupo sanguíneo AB têm como propósito desenvolver e evidenciar a importância do simples, do espontâneo e do natural, ao mesmo tempo em que defendem o direito à especificidade. Os singulares conjugam, à sua maneira, as habilidades proeminentes nos grupos A e B. Como os notórios de sangue tipo […]

Leia mais…

Sangue Tipo B: os sensíveis

Para a Leitura Corporal, o sangue tipo B é o sangue dos sensíveis. Os Indivíduos que participam desse grupo sanguíneo têm a habilidade de reconhecer e vivenciar as emoções em todas as suas nuances e experimentar, sem dificuldades, as polaridades inerentes a todo e qualquer sentir. Suas emoções mudam com rapidez, e eles têm muito […]

Leia mais…

Sangue tipo A: Os notórios

O sangue tipo A, que é o sangue dos notórios, caracteriza os Indivíduos que mais desenvolvem suas habilidades e inteligências quando, em sua atuação, não encontram resistências à sua notoriedade. O sangue tipo A é um marcador dos líderes natos, daqueles Indivíduos que vieram para ocupar os palcos e incitar o coletivo. Para cumprirem adequadamente […]

Leia mais…

Especial Tipos Sanguíneos: a fluência de cada um

Para a Leitura Corporal, cada Indivíduo é constituído com todas as habilidades e virtudes inerentes à Humanidade. A Vida oferta a cada um todas as possibilidades e potencialidades – é o Indivíduo, segundo a sua história evolutiva e o seus propósitos para essa existência, quem escolhe as características que serão evidenciadas e desenvolvidas, tornando-as parte […]

Leia mais…

Sintomas do pâncreas: reajuste dos tempos

O pâncreas, o grande regente dos nossos tempos e movimentos, administra todos os processos de amadurecimento pelos quais passamos ao longo da vida. Todos os estímulos que objetivam o ganho de habilidades, a mudança de posições e papéis, o despertar de competências, a redefinição do corpo físico e dos comportamentos, em suma, todo movimento em […]

Leia mais…

Setênios: os ciclos pancreáticos

Na visão da Leitura Corporal, a maturação das estruturas comportamentais, emocionais, e psíquicas do Indivíduo acontece dentro de um processo cíclico. Cada ciclo é formado, em tese, por um período de sete anos, sendo por isso chamado de “setênio”. Mas a Leitura Corporal assume que cada Indivíduo vive dentro do seu próprio tempo, e o […]

Leia mais…

Pâncreas: o administrador das competências

A energia de competência é a base que promove em cada um de nós a disposição para a descoberta, a aplicação e o desenvolvimento das nossas potencialidades. Na visão da Leitura Corporal, é o pâncreas o responsável por administrar as competências do Indivíduo. A partir  daquilo que o Indivíduo conhece de si, do grau de […]

Leia mais…

Cistite e incontinência urinária: mágoa e ressentimento

Para a Leitura Corporal, a cistite e a incontinência urinária são as manifestações que mais assinalam a vivência da mágoa e do ressentimento. Na cistite, a mágoa do Indivíduo é com a própria atuação. A incontinência urinária, por sua vez, indica que o ressentimento vivido tem sua origem na conduta do outro. A palavra da […]

Leia mais…

Pintas: um estímulo para revelar-se

Para a Leitura Corporal, as pintas são sinalizações de que pulsões naturais, autênticas e frequentes na experiência do Indivíduo estão sendo contidas quase que na mesma proporção com que são impulsionadas. As áreas onde as pintas surgem contam sobre os temas, os comportamentos ou os movimentos da Vida que, seja pela razão que for, estão […]

Leia mais…

Ossos: estruturação da flexibilidade

Para a Leitura Corporal, o esqueleto é o campo de estruturação dos comportamentos do Indivíduo. São os ossos que transformam os anseios, as vontades e as necessidades internas em formas concretas de atuação. Suas células armazenam a matriz comportamental comum à espécie humana, bem como guardam a memória de todos os conteúdos que o Indivíduo, […]

Leia mais…

Esôfago e estômago: os filtros do que vem de fora

Para a Leitura Corporal, o esôfago trabalha junto com o estômago na filtragem e na seleção dos conteúdos que vão se tornar parte da composição do Indivíduo. Enquanto estruturas gerenciadas pelo 3º Centro de Força, o Centro da Identidade e da Individualidade, o esôfago e o estômago se empenham para que o Indivíduo não se […]

Leia mais…

Hemorroida: um estímulo para bem administrar-se

Para a Leitura Corporal, o ânus é o segmento do corpo responsável por ativar e organizar a habilidade da administração – de bens materiais, de emoções, de conhecimentos, de anseios, ou de qualquer outra ordem de posse. Em todos os departamentos da vida onde se possui alguma coisa, o ânus trabalha para que o Indivíduo […]

Leia mais…

Candidíase: legitimação da experiência do prazer

Para a Leitura Corporal, a Candida albicans é uma forma de vida especializada no desenvolvimento da capacidade de sentir prazer. Sua presença e atividade no organismo humano aprimoram a sensibilidade sexual e estimulam o desenvolvimento da habilidade de perceber as várias nuances das sensações prazerosas, sejam elas suscitadas através dos órgãos genitais, da boca, da […]

Leia mais…

Alimentação: a saúde está no prazer

A Leitura Corporal considera que tudo o que é comestível é divino. Todos os alimentos oferecem princípios ativos que podem interferir na fisiologia do Indivíduo, tanto promovendo adoecimentos como facilitando a cura. Se a origem dos sintomas está sempre no Indivíduo, como a Leitura Corporal acredita, o que faz de um alimento um veneno ou […]

Leia mais…

Sistema Imunológico: a Habilidade da Interação

Para a Leitura Corporal, a proposta do sistema imunológico é favorecer a interação entre o Indivíduo e todas as outras formas de vida. As estruturas que o compõem trabalham para que haja o experimento da troca entre os vários seres, da mesma e de diferentes espécies, possibilitando ao Indivíduo ampliar seu conhecimento sobre si e […]

Leia mais…

Lições da Coxofemoral: não tenha medo de errar

A articulação coxofemoral, segmento de ligação entre a pelve e o membro inferior, é considerada o Centro Estimulador do Poder Criativo ou Centro da Criatividade. Atua incentivando a inventividade, a prática do improviso, a experimentação do inusitado, a descoberta das habilidades e dos talentos pessoais, o uso e o desenvolvimento da capacidade criativa. Na visão […]

Leia mais…

Prepúcio: o feminino no exercício do masculino

O masculino e o feminino, o Yang e o Yin, são princípios comuns ao psiquismo de homens e mulheres. A energia Yang é produtiva e realizadora; a energia Yin, receptiva e mantenedora; e uma precisa da outra para existir e atuar. A força masculina, na linguagem da Leitura Corporal, é nos homens gerenciada pelo pênis […]

Leia mais…