Vontade e desejo: forças motrizes da vida

Para a Leitura Corporal, a nuca é o Centro da Vontade e do Desejo. As vértebras C1, C2 e C3 que a compõem têm como função estruturar as formas de expressão e de satisfação dos desejos e necessidades vividas no plano inconsciente ou subconsciente. Processam os anseios mais íntimos ou particulares do indivíduo, mesmo que desautorizados e escondidos.

Esse conjunto de vértebras estimula e sustenta os processos de memorização e de incentivo à conscientização dos “desejos inconfessáveis”. Para o corpo, todo desejo ou vontade é originalmente confessável. É o exercício reduzido da autoaceitação que os invalida, inibe ou desvirtua, tornando-os sigilosos até para o próprio indivíduo.

A C1, C2 e C3 armazenam a memória desses desejos, sustentando a vontade de, um dia, realizá-los. Ajudam os olhos a identificar o que os faz lembrar, reativando a vontade de concretização.  A musculatura correspondente movimenta os impulsos de aprovação e, se necessário, de adaptação.

Vontade e desejo são forças da alma, que nos mantém em movimento, interessados e participantes da vida. Considerá-los e responsabilizar-se por eles é precaver-se de vários adoecimentos.