Rinite: ofereça-se

O Ser Humano é naturalmente influenciável e influente. Quando inspira, todo universo o penetra; quando expira, oferece sua presença a tudo e todos que o cercam. A cada respiração, indivíduos e mundos se interpenetram milhares de vezes, criando um circuito ininterrupto de trocas e influências.

Para a Leitura Corporal, o nariz é a estrutura que ativa os processos de envolvimento, troca e participação do Indivíduo nas relações consigo e com o externo. Quando faz sintomas, sinaliza que é tempo de redimensionar a maneira como estão sendo manifestos os impulsos de participação. Se tem coriza, envolvido já se está. A proposta do corpo então é trabalhar para que o Indivíduo se permita demonstrar o tamanho do seu envolvimento.

A rinite incita a transformação das crenças e dos hábitos que dificultam o movimento da autoinclusão. Seu propósito é desobstruir o fluxo das relações, ajudando o Indivíduo a criar coragem para expressar seu desejo de estar junto e de fazer parte. Afinal, para aquilo que é convidativo está-se naturalmente convidado.

Seja por receio, por cuidado ou por vaidade, esperar o convite do externo para se sentir incluído pode causar rinite. Ela vem com a proposta de estimular que o Indivíduo se coloque disponível, como parte integrante, e declare seu envolvimento. Afinal, diante daquilo que já nos adentrou, não há outro remédio senão oferecer-se para estar dentro.