Pâncreas: o administrador das competências

A energia de competência é a base que promove em cada um de nós a disposição para a descoberta, a aplicação e o desenvolvimento das nossas potencialidades. Na visão da Leitura Corporal, é o pâncreas o responsável por administrar as competências do Indivíduo. A partir  daquilo que o Indivíduo conhece de si, do grau de maturação de suas funções orgânicas e psíquicas e dos recursos por ele assimilados, o pâncreas gerencia o uso e a evolução das habilidades, estejam elas já despertas ou ainda latentes.

O pâncreas é a glândula que representa o 3º Centro de Força, aqui chamado de Centro de Estruturação e de Reestruturação dos Comportamentos. É tarefa do pâncreas garantir a evolução do Indivíduo de acordo com as suas necessidades de experimentação e com as especificidades de cada etapa  de maturação.

Ele trabalha para que o impulso de renovação contínua da Vida se faça, em cada Indivíduo, conforme seu tempo e ritmo. Cuida para que as mudanças que precisam ser feitas não sejam nem retardadas nem atropeladas. E atuam, sobretudo, para que o Indivíduo se localize em sua jornada evolutiva, desenvolvendo-se sempre segundo os próprios parâmetros e as motivações pessoais para essa existência.

Para a Leitura Corporal, a força da competência depende da ocupação dos próprios tempos e espaços, e da constante reestruturação das formas de ser e estar, de acordo com o ritmo interno.  A consciência daquilo que se quer, dos passos que já foram dados e dos tempos ideais para propor-se acréscimos formam a base para a evolução das competências, ampliando e qualificando cada vez mais o movimento, sempre ascendente, de maturação.

Quer saber mais sobe o Pâncreas? Fique de olho que é esse o tema dessa semana!