Menstruação: condução dos próprios movimentos

A menstruação, aos olhos da Leitura Corporal, é uma manifestação que acontece em mulheres e homens. A menstruação masculina produz um líquido branco leitoso e acontece em ciclos médios de 45 a 48 dias. Muitas vezes misturada à urina, essa secreção costuma passar despercebida, embora deixe uma marca oleosa no vaso sanitário que pode ser facilmente notada. A menstruação feminina, mais conhecida e reconhecida, é a descamação de um tecido bastante vermelho, cujo ciclo tende a ser mensal.

Com as suas diferenças, a menstruação em homens e mulheres têm funções psíquicas semelhantes. A primeira menstruação, chamada menarca, sinaliza que o indivíduo está apto para decidir sobre a própria vida. Aos olhos da Leitura Corporal, quando a inteligência do pâncreas (leia mais) reconhece no psiquismo do indivíduo as bases para o exercício do discernimento, ela ativa, através da menarca, o direito de condução dos próprios movimentos. Inaugura-se assim um processo que evolui por toda a vida, e que amadurece na mesma medida com que o indivíduo encontra espaços para opinar e ter suas opiniões consideradas.

A menarca marca também o início de um longo período de vida reprodutiva, propício e fértil para o desenvolvimento do nosso Ser Social. É tempo de gerar e criar filhos, ideias e produtos para o mundo. E a cada ciclo menstrual, essa força promotora da continuidade de vida é reciclada e renovada.

Há que se pedir licença, para adentrar no quarto e na vida daquele que menstrua. Há que se permitir que cada um exercite o próprio discernimento, amadurecendo sua habilidade de ser autor da própria história. Assim, se criam os melhores produtos para o mundo.