Eu pessoal e Eu social: as duas faces complementares

A parte de trás do corpo, incluindo a face plantar do pé, é para a Leitura Corporal o campo de representação do Eu pessoal – a parte mais genuína de cada indivíduo. Os impulsos que circulam pelas estruturas da face posterior do corpo desenvolvem os caracteres naturais da identidade, as particularidades pessoais, a autenticidade e a espontaneidade.

Já o desenvolvimento da Personalidade (a habilidade de apresentar-se para o mundo social) é uma tarefa da face anterior do corpo. Também chamado de Eu Social, a parte da frente estrutura as formas de fazer-se identificado e influente, e revela as características psíquicas que o indivíduo aceita, assume ter e concorda que seja visto.

O que mais gera a necessidade de manifestações e adoecimentos na face posterior do corpo é o movimento de prioritariamente ocultar e guardar as emoções, os pensamentos e os impulsos de ação que são próprios e do momento. Na face anterior, a causa principal de sintomas é a prática exacerbada da construção e da preservação de um perfil social, a despeito das vivências e dos sentimentos verdadeiros.

A base para a saúde está na harmonia entre Personalidade e Pessoa – a nossa frente expressando tudo de autêntico que circula na parte de trás. Uma vez reconhecendo, assumindo e expressando sua natureza, o indivíduo se abre para o fluxo da contínua mudança, ou seja, para a evolução.

Portanto, lembre-se: tudo é eterno enquanto oculto. Se há algo que se queira mudar, manifeste-o! Só é possível modificar o que é reconhecido como próprio, presente e disponibilizado para o processo de transformação.