Diafragma: o primeiro filtro dos impulsos

Para a Leitura Corporal, o Corpo Mental é a dimensão do homem que promove a conscientização do sentir. Tem como uma de suas principais funções traduzir os impulsos emanados pelo Ser em propósitos conscientes, através de suas múltiplas linguagens.

O Corpo Mental identifica, nomina, entende, classifica, dimensiona, explica e justifica o que é sentido e vivido. Neste corpo, desenvolve-se o corpo racional, um nível de consciência constituído pela racionalidade e pelo intelecto, que avalia, determina valores e grandezas, calcula, estima, faz apreciações, questiona, cria regras e condições, autoriza ou inibe, contorna e controla a expressão pessoal.

Fisicamente, o Corpo Mental está principalmente representado pela vesícula biliar (Centro de Armazenamento das Ideias e Pensamentos), pelo diafragma (que ajusta e encaminha os impulsos internos para o processo de sociabilização), pelas articulações (estruturas que organizam a circulação de impulsos, avaliam os intentos da ação e ativam o exercício da ponderação), e pela testa (segmento que estrutura a forma do pensar e do pensamento).

O Diafragma

O diafragma é considerado o grande divisor dos mundos interno e externo e como o primeiro avaliador dos impulsos de expressão e manifestação do Ser. Ele avalia os impulsos genuínos gerados no abdômen para o processo de sociabilização que acontecem no tórax, funcionando como um primeiro filtro daquilo que será ou não encaminhado para a manifestação.

O movimento bloqueador do diafragma, coordenado pela racionalidade e intelecto, mantém grande parte dos impulsos abaixo do diafragma, podendo levar a doenças irritativas abdominais, como gastrite, colite, duodenite, etc. E, ao mesmo tempo, o peito também sofre, uma vez que fica com um vazio de energia, levando a doenças torácicas por insuficiência: batimentos cardíacos morosos, processos esofagianos, insuficiência respiratória.

Portanto, mantenha seu abdômen relaxado, e deixe-se manifestar!