Boca: prazer de viver

A Leitura Corporal parte do pensamento básico de que o organismo biológico, o corpo físico, é uma dimensão da existência interligada a vários outros campos vibracionais. Enquanto seres materializados e individuados, participamos de uma realidade que é muito mais abrangente, que é energética, que une tudo a todos, e que está em contínua evolução.

A experiência humana tem um sentido, para cada indivíduo que se faz humano –  escolhemos essa forma de vida com propósitos claros e definidos. A consciência desses propósitos se manifesta de diversas maneiras, como inquietudes, curiosidades, emoções, sinais orgânicos, entre outros. E nesse processo de descoberta de si, a boca tem um papel fundamental: nela concentram-se os impulsos que nos conduzem àquilo que queremos, que nos dá prazer, que verdadeiramente alimenta e satisfaz. E a cada saciedade, a boca impulsiona novas buscas, expandindo o desejo de crescimento e expansão.

Cada vivência bucal – os movimentos da língua, a mastigação dos alimentos, a maneira como engolimos, o contato entre os dentes – promove o refinamento da percepção dos nossos campos sutis, das nossas intenções de vida.

Quem tem boca se descobre, e descobre para onde quer ir. Permitindo-nos experimentar, saborear e saciar, mantemos o fluxo da descoberta de prazeres, inundando o corpo, a mente e o espírito com a mais pura energia de saúde.